Aparecida de Goiânia

Em homenagem ao dia Nacional de Atenção à Disfagia, HMAP realiza treinamento com multiprofissionais

Degustar os alimentos está entre as práticas mais comuns e prazerosas do ser humano, porém, muitas pessoas possuem um distúrbio denominado disfagia. O nome pode ser estranho, mas o problema é comum, e é identificado por meio da dificuldade ou problemas ao engolir

diario da manha

Em homenagem ao Dia Nacional de Atenção à Disfagia, comemorado nesta sexta-feira, 20 de março, a equipe de Fonoaudiologia do Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) realizou treinamentos para todas as equipes multidisciplinares da unidade sobre quais sinais devem ser observados nos pacientes e as medidas a serem tomadas.

A data foi intitulada pela Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (SBFA )para chamar a atenção da população sobre as implicações da Disfagia e da importância da atuação do fonoaudiólogo nessa especialidade.

A disfagia é um distúrbio da deglutição que causa dificuldade e desconforto na hora de engolir alimentos. O fonoaudiólogo faz parte de equipes multidisciplinares que acompanham esses casos. É papel dele orientar o paciente no sentido de prevenir a disfagia, informar sobre os riscos e reduzir o tempo de internação.

De acordo com a coordenadora do serviço de fonoaudiologia do HMAP, Alice Siqueira Carvalho, a ação teve como objetivo capacitar os colaboradores para auxiliar a equipe de Fonoaudiologia no rápido diagnóstico e intervenção, prevenindo pneumonias broncoaspirativas.

“O treinamento é importante pois auxilia a fonoaudiologia na identificação dos pacientes, no diagnóstico. Assim, a equipe de fono inicia a intervenção e, consequentemente, diminui o tempo de sonda e internação do paciente, o que contribui para gestão de leitos. Além disso, o trabalho envolve especialmente a atenção humanizada ao paciente e seus cuidadores, já que o principal objetivo é promover a qualidade de vida, devolvendo a capacidade de se alimentar com prazer e segurança”, explicou.

Comentários