Aparecida de Goiânia

HMAP faz laparoscopia

A cirurgia laparoscópica é um dos grandes avanços da medicina nos últimos tempos

diario da manha

O Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) realizou na manhã desta segunda-feira, 24, a primeira cirurgia por videolaparoscopia. O procedimento consiste na realização de pequenos cortes dentro da cavidade abdominal do paciente com o auxílio de uma câmera de vídeo. A cirurgia laparoscópica é um dos grandes avanços da medicina nos últimos tempos.

Chefiada pelo médico José Geraldo e auxiliada pelo médico Matheus Quaresma, foi realizada uma colecistectomia, retirada da vesícula biliar, por meio de pequenos orifícios no abdômen evitando a necessidade de uma incisão cirúrgica de maior porte. A paciente T.F.A deve ter alta na manhã dessa terça-feira.

Com o novo aparelho, um dos mais modernos do mercado, cirurgias eletivas, reguladas pela Central Municipal de Regulação de Aparecida passarão a ser realizadas por vídeo, tornando o procedimento menos invasivo para o paciente. A técnica deve passar a ser adotada para a maioria dos procedimentos cirúrgicos do hospital.

Para o cirurgião José Geraldo, a realização de cirurgia por videolaparoscopia no HMAP representa um ganho para o tratamento dos pacientes de Aparecida e do entorno. “O HMAP é um hospital novo e com uma proposta inovadora espero que muitos pacientes sejam beneficiados com essa tecnologia que chegou no hospital”, avalia.

O coordenador do centro cirúrgico do HMAP, Guilherme Rodrigues dos Santos, ressalta os benefícios para o paciente com os novos equipamentos. “Com a videolaparoscopia, por exemplo, além do pós-operatório ser mais rápido, permite que o tempo de internação do paciente seja menor, em média a alta é em 24 horas” explica.

Para o coordenador, a cirurgia por vídeo vai revolucionar Aparecida, pois é o início do procedimento pelo Sistema Único de Saúde SUS no município. “O HMAP foi muito bem projetado para realizar essas cirurgias. Hoje temos dois equipamentos funcionando e a expectativa é que quando centro cirúrgico estiver completo é de termos de seis a oito vídeos, finaliza.

O Hospital

O Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) é uma unidade de alta complexidade e conta com Unidade de Terapia Intensiva Adulta e Pediátrica. Conta com 60 leitos de Clínica Médica Adulto e 30 leitos de Clínica Médica Pediátrica; 10 leitos de Clínica Cirúrgica; 10 leitos de Terapia Intensiva Pediátrica; 20 leitos de Terapia Intensiva Adulta e 23 leitos de retaguarda, entre observação, recuperação anestésica, sala vermelha e amarela.

Comentários