Aparecida de Goiânia

Gustavo Mendanha apresenta sistema com mais de 2000 câmeras em Aparecida

diario da manha

O prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha, apresentou nesta quinta-feira (13) as instalações do Centro de Inteligência Tecnológica (CIT) a 20 dos 25 vereadores do município. Os parlamentares visitaram as salas e equipamentos de onde agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) e profissionais da segurança pública estadual e federal vão monitorar Aparecida com imagens de mais de 2 mil câmeras.

Localizado no praça da Cidade Administrativa, no setor Residencial Solar Central Park, o CIT tem inauguração prevista para março. É de lá que os operadores irão tomar providências para prevenir e combater a criminalidade em Aparecida.

Os vereadores testaram uma das 650 câmeras de alta resolução que a Prefeitura de Aparecida está instalando em pontos estratégicos do município. Os equipamentos terão o reforço de mais 2 mil câmeras que já monitoram repartições públicas do município.

O presidente da Câmara Municipal de Aparecida, Vilmar Mariano (MDB), aprovou o aparato do CIT. “Isso é uma inovação total da nossa cidade. A implantação dessas câmeras dará mais segurança e vai eliminar a bandidagem em Aparecida”, disse ele.

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, professor Cleomar Rocha, explicou os objetivos do CIT. A unidade vai operar nas diretrizes do projeto Cidade Inteligente, idealizado por Gustavo Mendanha. Com investimento de R$ 55 milhões, o projeto busca modernizar e baratear a prestação do serviço público em áreas como saúde, educação, meio ambiente e segurança pública fazendo uso de recursos tecnológicos.

Redução da criminalidade

Cleomar garantiu que as câmeras de videomonitoramento vão alcançar direta ou indiretamente os 249 bairros de Aparecida. O secretário acredita numa redução expressiva nos índices de criminalidade em Aparecida a partir das operações do CIT. Ele argumentou que depois que a Prefeitura instalou 50 câmeras próximo a instituições bancárias e caixas lotéricas, as ocorrências de saidinha de banco caíram 40% na cidade.

De acordo com o prefeito Gustavo Mendanha, a finalidade prioritária das câmeras será a de contribuir para a segurança pública. “Com esse investimento maior em segurança, nós teremos uma redução na criminalidade, e o indicadores poderão mostrar uma série de crimes que acontecem no município. Dessa forma, nós vamos tomar providências para pacificar a cada dia mais a nossa cidade”, acrescentou Gustavo.

As câmeras poderão ser utilizadas também para coibir possíveis infrações de trânsito e de leis ambientais, por exemplo. O leque de alternativas impressionou o vereador Willian Panda (PCdoB). “Aparecida está saindo na frente nesse campo da tecnologia. Esses investimentos vão nos trazer uma qualidade de vida imensurável”, afirmou Panda.

Melhorias na transparência

Um dos braços do projeto Cidade Inteligente é a transparência dos atos governamentais. Para garantir o acesso da população às contas da Prefeitura, a administração municipal colocará 200 pontos de wifi gratuitos em toda a cidade. A intenção é que os moradores utilizem o acesso à internet para solicitar e fiscalizar serviços públicos online.

O líder do governo na Câmara, vereador Almeidinha (MDB), pontuou que os investimentos também na transparência ajudarão a administração pública. “Vai ajudar muito porque vamos saber o que se está gastando na saúde e na educação. Nós teremos uma planilha de custos do município”, asseverou Almeidinha.

Além de Vilmar Mariano, Willian Panda e Almeidinha, também visitaram o CIT os vereadores Ataídes Neguinho (PSDB), Elias Júnior (PDT), Gleison Flávio (MDB), Mazinho do Madre Germana (SD), Isaac Martins (PR), André Fortaleza (PRTB), Hilário Giacomet (PSB), Arnaldo Leite (MDB), Edinho (DC), Pastor João Santana (PRP), Fábio Ideal (PSC), Araújo (PPS), Rosildo (PP), Erivelton Contador (DC), Bira Contador (DC), Lelis Pereira (DEM) e Leandro da Pamonharia (PV).

Comentários