Anápolis

Idoso atropelado por jovem sem CNH morre após 16 dias internado, em Anápolis

Vídeo mostra quando motorista atinge o homem e quebra o muro de uma casa. Jovem que dirigia caminhão disse que atropelou o idoso ao desviar de um cachorro

diario da manha

Um idoso de 67 anos que foi atropelado por um jovem sem CNH no último dia 22 de março, morreu após 16 dias internado em um hospital de Anápolis, a 55 km de Goiânia, segundo informações da Polícia Civil.

O caso aconteceu enquanto o idoso caminhava pela Rua Paraguaçu. Câmeras de segurança registraram o momento do atropelamento, quando o condutor do caminhão sai da Avenida Circular e, ao fazer a curva, perde o controle da direção e atinge o idoso. Em seguida, invade uma casa, que teve o muro completamente destruido.

O idoso foi levado para o Hospital Estadual de Urgências de Anápolis (Huana) em estado grave. Após 16 dias internado ele não resistiu e morreu no última quarta-feira (7). Até então o hospital não divulgou a causa da morte.

Investigação

Segundo a Polícia Civil, o condutor tem 18 anos e não tem carteira de habilitação (CNH). Em depoimento, ele disse que perdeu o controle do veículo ao desviar de um cachorro.

O delegado do caso, Manoel Vanderic, disse que por conta da morte do idoso, o inquérito de lesão culposa passou para homicídio culposo, qualificado pela falta de habilitação.

“Como ele não estava embriagado e não fugiu do local, o Código de Trânsito Brasileiro proíbe a prisão em flagrante. Por isso, ele não está preso e vai aguardar o julgamento em liberdade. Vamos aguardar os laudos da perícia sobre o caso”, afirmou Vanderic.

Se indiciado e condenado, o motorista pode pegar até 5 de prisão pelo crime e suspensão ou proibição do direito de dirigir.

*Com informações do G1 Goiás

Comentários