Anápolis

Morre em Anápolis jovem que teve corpo incendiado

A polícia aguarda laudo cadavérico para prosseguir com as investigações, mas as suspeitas são de que a vítima tenha sido carbonizada para ocultar provas do crime

diario da manha
Foto: Reprodução

Na última quinta-feira (30), morreu Frederico Campelo de Jesus, de 29 anos que teve o corpo incendiado na quarta-feira (29), no bairro Jardim Promissão em Anápolis. A vítima chegou a ser levada para o Hospital Estadual de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (Huana), mas não resistiu.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Vander Coelho, há suspeita de que a vítima tenha sido esfaqueada antes de ser carbonizada e que os responsáveis pelo crime atearam fogo no rapaz em uma tentativa de ocultar provas. Mas essa linha investigação só poderá ter confirmação após o resultado da perícia cadavérica de acordo com o delegado.

“A gente acredita que possa ter ocorrido uma tentativa de homicídio e, posteriormente, tentaram incendiar o corpo para eliminar alguma prova, mas ainda não há nada confirmado, nem o que teria motivado. Estamos investigando”, pontua Vander Coelho.

De acordo com informações da rádio São Francisco, o pai da vítima relatou que o filho era usuário de drogas e vivia em situação de rua. Frederico Campelo sofreu queimaduras e traumatismo craniano e chegou ao hospital já em estado grave.

Agora a polícia trabalha para identificar os suspeitos e a motivação do homicídio.

*Com informações do G1.

Comentários