Agricultura

Caiado no lançamento pioneiro do 5G: “Brasil vai voltar os olhos para Rio Verde”

Município do Sudoeste goiano é o primeiro no País a receber tecnologia. Projeção é de melhora na produção do agronegócio local a partir da instalação da internet mais veloz

diario da manha

O governador Ronaldo Caiado lançou nesta quinta-feira (03/11), em Rio Verde, a rede de internet móvel de quinta geração (5G) para o agronegócio, em caráter experimental. “Vai trazer resultado para o produtor rural, economia no combate às pragas, resultado financeiro ao agricultor, além de resguardar o meio ambiente”, projetou Caiado durante solenidade de ativação do sinal que vai viabilizar o desenvolvimento de aplicações de inteligência artificial e da chamada Internet das Coisas (Internet ofThings – IoT).

Goiás se torna pioneiro com a iniciativa, já que Rio Verde é o primeiro município no País a receber a tecnologia. O governador observou que a data marca um divisor de águas para o agro, e o que “há de mais importante em termos de tecnologia”. “Todo Brasil vai voltar os olhos para Rio Verde nos próximos meses”, observou.

Coordenador de Políticas e Investimentos do Ministério das Comunicações, Marcelo Romão elencou algumas vantagens da novidade, como: ultra banda larga, menor tempo de resposta e alta confiabilidade. “Todas as diretrizes vão mudar o cenário com essa nova tecnologia.” Ele ainda assegurou que o governo federal colocou o setor rural como uma das prioridades no plano de Internet das Coisas.

Iniciativa do Governo de Goiás, por meio da Secretaria-Geral da Governadoria (SGG), a ativação do 5G para o agronegócio foi feita pela operadora Claro a partir de uma licença de demonstração, via Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), com validade de um ano. Após esse período, será realizado um leilão. Vice-presidente de Relações Institucionais da Claro, Fábio Andrade referiu-se ao governador como um “entusiasta da tecnologia”, motivo pelo qual o Estado garante vantagem em relação às outras unidades federativas a partir da implantação do sinal. “Goiás sempre está à frente. E, quando fala que Goiás está ficando pra trás, ele [Caiado] dá um jeito de deixar Goiás na frente”, disse.

As duas primeiras torres de transmissão do 5G, em caráter de prova de conceito, foram instaladas em dois pontos do município: na Fazenda Nycolle, onde ocorreu a solenidade de lançamento, e no Parque Tecnológico do Instituto Federal Goiano (IF Goiano), inaugurado, juntamente com o Centro de Excelência em Agricultura Exponencial (Ceagre), na manhã desta quinta-feira. O prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale, reforçou que a ferramenta trará tecnologia e economicidade. “Que o ganho real seja para o produtor rural, esse que alimenta o mundo e que todos dependem dele”, salientou. O governador concordou: “A agropecuária merece, mais do que tudo, desenvolver sua capacidade produtiva, com renda e retorno para o produtor”.

Secretário-chefe Geral da Governadoria, Adriano da Rocha Lima, destacou a importância da realização de ações conjuntas para darem resultado. “Quando falamos de tecnologia não existem ações isoladas que façam realmente efeito. Tecnologia precisa funcionar em rede combinada. E que temos aqui? O Ceagre inaugurado hoje, focado em tecnologia voltada para o agronegócio, temos o Ceia, voltado para a inteligência artificial, temos a parceria com a Claro fornecendo tecnologia 5G, temos o IF Goiano participando com as pesquisas e a Fapeg [Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás].”

O projeto também tem parceria da Huawei, empresa multinacional de equipamentos para redes e telecomunicações. CEO da Huawei Brasil, Sun Baocheng frisou que o “Brasil é líder da agricultura no mundo, e novas tecnologias podem trazer mais eficiência e benefícios”. E que Goiás, sob gestão de Caiado, “está sempre fazendo o possível para atrair novas tecnologias”, a exemplo da parceria para implantação do novo sinal.

O diretor de Marketing da marca, Thiago Fontes destacou a importância da iniciativa no Estado. “O 5G e a inteligência artificial irão melhorar a eficiência e encurtar o tempo de inspeção de plantio de uma semana para apenas uma hora na análise precisa das áreas contaminadas”, exemplificou ao alertar que isso pode reduzir o uso de defensivos em até 90%.

Proprietário da Fazenda Nycolle, Cairo Arantes fez uma experiência em tempo real durante o lançamento. Usando óculos de realidade virtual, ele passou por uma demonstração envolvendo a propriedade. “Serve para qualquer produtor, para ter informação em tempo real. Isso ajuda a tomar decisões mais rápidas e fazer o negócio ser rentável”, contou. De acordo com um estudo do Instituto Interamericano de Cooperação para Agricultura (Instituto Interamericano de Cooperação para Agricultura), apenas 18,5% da população rural do Brasil possui conexão à rede 4G.

O presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira, parabenizou o empenho do governo estadual em viabilizar o 5G para a região de Rio Verde. “A tecnologia vem trazer novas oportunidades para os produtores rurais”, frisou. Já em nome da Câmara dos Deputados, o deputado federal Lucas Vergílio comentou sobre o leilão do 5G no Brasil programado para 2021. O processo, disse, precisa ser conduzido sem interferência política, partidária ou ideológica, “mas focado no que é melhor para o agronegócio, para a sociedade e para o País”.

A ação também conta com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), da Fapeg, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IF Goiano), da Goiás Telecom, do Centro de Excelência em Inteligência Artificial da Universidade Federal de Goiás (Ceia/UFG) e da Prefeitura de Rio Verde. Caiado ressaltou que a ciência não pode ser desprezada, e agradeceu aos parceiros do Estado. “Nada tem importância se tiver em pontos isolados. Conseguimos convergir tudo isso, demonstrando ao mundo a capacidade de avançar na tecnologia e tornar a vida das pessoas mais fácil.”

Inauguração
Antes da solenidade de lançamento do 5G, o governador Ronaldo Caiado participou da inauguração do Parque Tecnológico do IF Goiano, em Rio Verde. O local abriga o Polo de Inovação da unidade, onde também foi instalado o Centro de Excelência em Agricultura Exponencial (Ceagre). O Governo de Goiás vai liberar um total de R$ 15 milhões ao longo de cinco anos para fomentar a realização de projetos na unidade.

Na avaliação do presidente Fapeg, Robson Domingos Vieira, o Ceagre vem para acelerar a inserção das tecnologias “revolucionárias”, como inteligência artificial, Internet das Coisas (IoT) e veículos autônomos.

Estiveram presentes, o vice-presidente institucional da Huawei, Guo Yi, o diretor de Cybersegurança da Huawei, Marcelo Mota; os secretários de Estado Antônio Carlos Neto (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Márcio César Pereira (Desenvolvimento Econômico e Inovação) e Adonídio Neto (Indústria, Comércio e Serviços); o deputado estadual Chico KGL; o presidente da Enel, José Luis Salas; o diretor de internet das Coisas da Claro, Eduardo Polidoro; o diretor de Desenvolvimento da Rede, Kedson Kaul, representando o Ministério da Educação; o reitor substituto do IF Goiano, Virgílio José Taveira e o diretor do campus Rio Verde do IF Goiano, Fabiano Guimarães.

Ainda o superintendente federal de Agricultura em Goiás, José Eduardo França; o diretor-superintendente do Sebrae Goiás, Derly Cunha; o superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás), Dirceu Borges; os presidentes José Essado (Agrodefesa), Wilmar Gratão (Ceasa), Pedro Leonardo (Emater), Hipólito Prado dos Santos (Goiás Telecom), Reginaldo Júnior (ABC). Além deles, Edwal Portilho, o Chequinho, presidente da Associação Brasileira Pró-Desenvolvimento Regional Sustentável (Adial); o presidente da Câmara Municipal de Rio Verde, Idelson Mendes; o vice-prefeito eleito, Danilo Pereira; o presidente do Sindicato Rural de Rio Verde, Luciano Guimarães; o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar de Rio Verde, tenente-coronel Alessandro Arantes de Sousa e o comandante do Corpo de Bombeiros de Rio Verde, tenente-coronel, Amilton de Sousa Conceição.

Comentários